terça-feira, 29 de maio de 2012

•¤°Minha alma para levar - Rachel Vicent •¤°


Se arrependimento matasse eu estava morta, pois já estou a tanto tempo enrolando ler esse livro que já estava até criando poeira na minha estande, uma coisa eu falo esse é livro é muito bom conseguiu me prender totalmente li em apenas dois dias, os personagens são cativantes e adorei os personagens secundários, se tiver continuação pode ter certeza que já está na minha lista.

     “Minha visão escureceu e ficou turva, como se aquele mesmo filtro cinzento e enevoado tivesse sido posto sobre o mundo inteiro. O dia estava menos reluzente agora; as sombras, mais grossas, o ar, nebuloso.”
Sinopse: Há algo de errado com Kaylee Cavanaugh. 

Ela não vê gente morta, mas... 
Sente quando alguém próximo está prestes a morrer. E, no momento em que isso acontece, dá nela um desejo incontrolável de gritar. 

Kaylee só queria aproveitar que Nash, o garoto mais popular da escola, está a fim dela. Mas ter um encontro normal é coisa rara, pois ele parece ter mais conhecimento sobre esses gritos do que ela própria. 
Porém, existe algo ainda pior: quando colegas de classe começam a morrer sem motivo aparente, apenas Kaylee sabe quem será a próxima vítima...

Gritos da Alma 
O último som que você ouve antes de morrer

Minha alma para levar de Rachel Vincent, (Harlequin Books, 352 páginas) é o primeiro livro da série Gritos da Alma, grande sucesso nos Estados Unidos e no Canadá. Prepare-se para um mundo sobrenatural onde um simples grito pode ser a passagem para infinitos pesadelos.

Trecho:
- Minha mãe simplesmente confeita quando está chateada. Tem semanas em que vivo de brownies e leite achocolatado.
Sorri.
- Eu troco com você. - Tia Val preferiria se matar a tocar em uma barra de manteiga de verdade, muito menos um saco de biscoitos de chocolate. A teoria dela era a de que não saber confeitar a poupava de milhares de calorias por mês.
Minha teoria era a de que, por todo o conhaque que ela havia tomado nas últimas oito horas, ela poderia ter comido uma travessa inteira de brownies.
- Eu gosto de brownies. Você vai ter que ficar com a sua tia mesmo.
- É, imaginei.
Pág.207

0 comentários :

Postar um comentário