sábado, 21 de julho de 2012

•¤°Um estranho em meus braços - Lisa Kleypas•¤°

Um livro maravilhoso com uma história surpreendente e romântica além de ser extremamente sensual, fico cada vez mais impressionada com os livros importado de Portugal e cada vez mais feliz por adquiri-los, a história fala sobre uma viúva que perdeu o marido que tinha feito uma viagem à Índia, mas após  alguns anos ele retorna e para Laura não é a melhor notícia pois Hunter não tinha sido um marido exemplar, mas alguma coisa está diferente com ele e tudo pode mudar além de que ele parece estar bem ansioso em reconquistar o amor de sua mulher. Leitura recomendadíssima, romance mais que aprovado.



Sinopse: - «Lady Hawksworth, o seu marido não está morto…»

Lara não podia acreditar no que estava a ouvir. O seu marido, desaparecido há um ano num naufrágio, com quem tinha vivido um casamento infeliz e desprovido de amor estava vivo e iria voltar para casa. Como era possível? Lara não conseguiu controlar a emoção quando reencontrou Hunter. O homem frio e cruel que lhe atormentou a vida e só lhe deu dor, vergonha e humilhação no leito matrimonial. Agora estava ali. Mais magro, com a pele mais escura, mais velho…

mas sem dúvida que era Hunter. Aquele homem conhecia segredos que só o marido podia saber, tinha a sua fotografia guardada numa peque na caixa , a mesma que ela lhe dera há três anos quando Hunter partira para a Índia . Mas, a o mesmo tempo, era um homem assustadoramente diferente. Mais meigo, atencioso aos seus caprichos, decidido a reconquistar o seu amor, a fazê-la sentir-se uma mulher desejada e a esquecer as memórias tristes do passado.

M as será aquele homem realmente o seu ma rido ou um impostor em cujos braços Lara se entrega em busca da felicidade ?


Trechos:
- Beije-me – pediu com uma voz estremecida, ansiando por ter a boca dele junto à sua. – Por favor, agora... Hunter baixou a cabeça, mas deixou a boca a uns escassos e provocantes centímetros da dela. O arfar deles misturava-se em redemoinhos de calor. O seu corpo estava tenso e excitado, a sua pele coberta por uma fina nevoa húmida*. – Este é o seu castigo, Lara – sussurrou. – Arder como eu ardo.

Hunter dominava de tal forma todos os que o rodeavam que, durante os dois anos que viveram juntos, Lara sentia que seu espírito murchava sob a sua sombra. Quando ele partiu para a Índia, ela sentiu-se agradecida. Abandonada à sua própria sorte.

Pág.15 

0 comentários :

Postar um comentário