domingo, 16 de setembro de 2012

•¤°Deslembrança - Cat Patrick•¤°

Um livro que me chamou atenção primeiramente pelo nome deslembrança que de minha parte achei diferente e segundo pelo tema, pois conta a história de uma adolescente que não  tem lembrança alguma do seu passado só do que anota em seus bilhetinhos mas tem por assim dizer previsões do futuro, e apesar de livro YA não ser meu gênero favorito gostei bastante pois não tem aquela melação nos personagem, e  também porque me fez lembrar bastante do filme "Como se fosse a primeira vez" principalmente quando London começa a se relacionar com Luke, que se torna seu namorado e o pior é que todo dia ela esquece disso e mesmo assim se apaixona por ele todo dia (sem melação).
Acho que o maior ponto negativo do livro foi a amiga dela pois era pra ser a melhor amiga estar do lado dela e por besteira passou o livro todo sem falar com London a me poupe ela poderia ter sido muito mais amiga que isso. Mas o que mais me prendeu na história foi os acontecimentos de um sonho que ela tem do futuro de um enterro que ela não sabe de quem é, e por aí começa uma procura que ela tenta descobrir quem vai morrer já que ela não consegue ver quem é.

O final me deixou com bastante expectativa e curiosidade sobre o que vai acontecer, sinceramente espero que tenha uma continuação.
Não tenho passado. Minhas únicas lembranças estão no futuro.






Sinopse: Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir.

Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.

Trechos:
"Eu me lembro do que ainda vai acontecer.
Lembro o futuro, mas esqueço o que já passou.
Todas as minhas lembranças, boas, ruins ou tanto faz, um dia vão se concretizar.
Então, goste ou não - e eu não gosto - vou me lembrar de estar em pé num gramado recém-aparado, rodeada por pedras e pessoas vestidas de preto, até que isso se torne realidade. Vou me lembrar desse funeral... até que alguém morra.
E, depois disso, ele será esquecido."
Pág.33
“De alguma forma, em meio a tantas emoções conflitantes,
o sono segura minha mão e me puxa.
E tudo o que não foi escrito desaparece.” 

Pág.39


0 comentários :

Postar um comentário