sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

•¤° Aprendendo a Seduzir de Patricia -Meg- Cabot •¤°

Antes que digam alguma coisa o livro não é de safadeza é um romance, escrito por Meg cabot, e mais uma coisa antes que digam que escrevi o nome errado da autora eu não escrevi errado, para quem não sabe Patricia Cabot é o pseudônimo da autora Meg Cabot. Bom tenho que admitir que demorei um tempo para entrar no mundo dos romances históricos escrito pela autora, um pouco pelo preço salgado dos livros se bem que isso não desculpa, mas aqui está um dos livros mais fofos, sensual e romântico.

Sinopse: Um romance histórico de tirar o fôlego, escrito por Meg Cabot sob o pseudônimo de Patrícia
Durante um baile, Lady Caroline Linford abre a porta de um dos cômodos e flagra seu noivo, o marquês de Winchilsea, nos braços de outra mulher. Para a sociedade vitoriana do século XIX, tais escapulidas masculinas eram normais, e cancelar o casamento seria impensável. O jeito, decide a jovem, é aprender a ser, ao mesmo tempo, a esposa e a amante, para que o marquês nunca mais tenha de procurar outra mulher fora do lar. Por isso, resolve tomar lições - teóricas, claro - sobre a arte do amor com o melhor dos professores: Braden Granville, o mais notório libertino de Londres. 
  Logo nas primeiras aulas começam a voar faíscas e as barreiras entre professor e aluna caem. Escrito por Meg Cabot, sob seu pseudônimo, esse romance vai mostrar que o amor escolhe seus próprios caminhos, sempre imprevisíveis.


Prólogo:
Romance histórico 
Londres, 1870
Lady Caroline Linford é uma garota de sorte. Está prestes a subir ao altar com um homem de quem gosta e que, ainda por cima, havia salvado a vida do seu irmão. Tudo segue nos trilhos até ela flagrar o noivo, o marquês de Winchilsea, em um momento íntimo com outra mulher.

Como Caroline poderia se casar com um homem cujos beijos, durante meses e meses, a tinham feito sentir-se a garota mais afortunada do mundo... só para se dar conta de que ele guardava seus verdadeiros beijos para outra? O marquês nunca - nem uma única vez - a tinha beijado com aquela intensidade. Até aquela noite, Caroline pensava que eram felizes. Que ele a amava.

Impedida de cancelar o casamento, a jovem não se faz de rogada e toma uma decisão: aprender a ser uma femme fatale para, ao mesmo tempo, assumir o papel de esposa e amante de seu futuro marido. Assim, ele não precisaria mais recorrer a outra mulher para satisfazer seu apetite na cama.

Em troca de uma informação privilegiada, Caroline convence Brandon Granville, admirado em toda a Inglaterra por suas habilidades como amante, a lhe dar aulas - teóricas, é claro! - sobre o amor. Logo nas primeiras classes, porém, voam faíscas e as barreiras entre professor e aluna são colocadas à prova.

0 comentários :

Postar um comentário