terça-feira, 4 de outubro de 2011

•¤° Marcas Do Destino - Julianne Maclean •¤°

Uma história até que bem gostosinha de se ler, só que fiquei um pouco decepcionada achei que teve muita enrolação e isso acabou deixando a leitura meio cansativa, sem contar  que as vezes me irritei com Madeline, que quando tinha o que tanto queria nas mãos, desprezou por falsos motivos, e além de tudo isso não podia faltar na história a irmã de Madeline, Diana a típica vilã, a preferida do pai, a mais bonita e mais mimada, e que faz de todos os seus escravos, seja quem for. E Adam é um homem diferente, que pensa bastante na sua felicidade, e pensa que não deve se casar com uma pessoa que não ama. Uma história boa, mas não empolga.

Sinopse: Marcas do Destino - Clássicos Históricos Espeical 180 (Adam’s Promise) - Julianne MacLean

Quando o pai de Madeline Oxley informou-a de que Adam Coats a pedira em casamento, ela pensou que fosse um sonho. Afinal, sempre acreditara que Adam fosse apaixonado por Diana, sua irmã! Feliz, Madeline viajou ao encontro de Adam. Mas ao chegar à América descobriu que tudo não passara de um plano maquiavélico de seu pai. Desolada, Madeline resolveu voltar para casa; porém, para sua surpresa, Adam decidiu que ela deveria ficar e se casar com ele! Mas qual seria a verdadeira razão para ele ter mudado de ideia?




Resenha: Madeline é uma moça de personalidade forte, e que esconde dentro de si a paixão que sente pelo antigo noivo de sua irmã Diana. Ela nem acreditou quando seu pai disse que ela iria se casar com ele depois da separação dele e de Diana á 15 anos atrás. Mas a felicidade de Madeline dura pouco quando ela chega ao seu destino, e descobre que na verdade a noiva é Diana e não ela e que fui tudo uma mentira do pai para se livrar dela, ela tem que erguer a cabeça e continuar a ser forte. Adam é o pretenso noivo, que ainda ama Diana, ou a imagem que tem dela a 15 anos atrás, e que sente uma certa dose de ódio por Madeline, que atrasou seus planos de felicidade. Mas enquanto Adam espera pela noiva verdadeira, ele descobre que Madeline não é mais uma criança e sim uma mulher linda, gentil, prestativa, e perfeita para viver em um ambiente mais rural. Aos poucos ele percebe que a mulher que realmente quer para esposa é Madeline e não Diana, mas agora pode ser tarde demais, afinal, a noiva acaba de chegar para o casamento!!!

0 comentários :

Postar um comentário